Os Devoradores de Sonhos

Por que esse artigo é importante?

Você tem um sonho? Acredito que sim. Na verdade, espero muito que sim.

Certo dia, ao perguntar para uma amiga sobre os sonhos dela, obtive a seguinte resposta:

— Vivo o hoje. Do que adianta sonhar se não sabemos se o amanhã existirá? Prefiro viver no mundo real. Prefiro não sonhar.

Fiquei paralisado. Eu não conseguia imaginar uma vida sem sonhos.

Durante toda a minha vida, quis ser médico, policial federal, professor, advogado, escriturário, músico, hacker, escritor, esposo, pai e tantas outras coisas que nem daria para elencar aqui.

Hoje, ao realizar muitos dos meus sonhos, criei novos. Talvez eu tenha mais hoje do que em minha adolescência.

A diferença é que aprendi a converter sonhos em projetos vitais. Projetos têm planejamentos, objetivos, metas, ações, readequações. Posso monitorar um projeto, mas não dá para fazer o mesmo com um sonho.

Contudo, o mundo tem nos oferecido facilidades demais.

O poder tecnológico trouxe-nos diversos mundos para o alcance das nossas mãos, mas, por outro lado, está levando o nosso.

Se você tem um sonho e pretende realizá-lo, deixar de ler este texto é sentenciá-lo ao enorme risco do fracasso.

Você sabe a diferença entre sonho e projeto de vida?

Vem comigo.

A diferença entre sonho e projeto de vida

A definição de sonho está vinculada a pensamento, desejo, fantasias, aspirações.

Sonhar é desejar profundamente esse algo para si. É criar mentalmente uma imagem do seu futuro, imaginando-se ser o objeto do seu desejo. Sonhar é querer ser ou ter alguma coisa.

O projeto está mais ligado à ação, ao concreto. Aqui também podemos idealizar, planejar, mas, em fases posteriores, a ação intencional virá e, a partir de um monitoramento detalhado delas, pode-se visualizar os resultados e corrigir as falhas existentes.

Sendo assim, ao convertermos um sonho em projeto, traçando a sua missão, os seus objetivos, as ações, as estratégias, executando as ações e monitorando os resultados, damos a ele o nome de projeto de vida ou projeto vital.

Tudo bem até aqui?

Se sim, creio que seja o momento de falarmos um pouquinho sobre como realizar sonhos.

A arte de vencer

Não creio que haja uma fórmula capaz de, por si só, levá-lo ao sucesso absoluto.

Costumo dizer que o caminho do sucesso é composto por diversas curvas de fracassos.

Nem sempre conseguimos seguir, sem nenhum desvio, pela trilha certa. Somos humanos. Somos errantes.

Contudo, se temos um bom projeto e fazemos o monitoramento dele, podemos detectar os erros e retornar à rota adequada.

Acredito que a arte de vencer possui um vínculo muito forte com a criação de uma boa disciplina.

Ser disciplinado é cumprir a tempo o que foi planejado. Se não deu, replanejar e executar.

A pessoa disciplinada detecta os vícios e os destrói.

Vícios são destrutivos, ao contrário dos bons hábitos.

Assim, precisamos cultivar os bons hábitos e eliminar tudo aquilo que nos impede de progredir em nossos projetos vitais.

Mas quais são os grandes destruidores de sonhos/projetos?

Os devoradores de sonhos

Muitos serão os monstros que tentarão engolir os seus sonhos, acredite. Contudo, aqui, focarei naqueles que assumiram o topo dessa lista macabra.

  • Celular

Há, em um único lugar, um mundo inteiro de possibilidades e, consequentemente, de chamado à perda de foco.

As notificações tentam o tempo inteiro pescar a nossa atenção. Se deixarmos, daremos prioridade a elas e deixaremos para depois aquilo que realmente importa.

As pessoas compram celulares com centenas ou milhares de funções, mas usam apenas algumas delas. Passam mais tempo fazendo selfies e observando a tela do celular do que lendo um bom livro e executando um plano de estudos.

A portabilidade de uma tecnologia que antes somente estava disponível em computadores fixos trouxe inúmeros benefícios. Contudo, o seu mau uso tem destruído sonhos e vidas.

  • Redes Sociais

A cada mês, várias outras redes sociais surgem para serem somadas às muitas outras já existentes.

Em outubro deste ano, o G1 revelou que, no aniversário de 10 anos do Instagram, ele já havia se tornado a 5ª rede social mais acessada no mundo, com 1 bilhão de usuários, ficando para trás apenas do Facebook (2,6 bilhões de usuários), Youtube (2 bilhões), WhatsApp (2 bilhões) e do WeChat (1,2 bilhão).

Esses dados sem dúvidas já estão obsoletos, devido ao crescimento acelerado das redes.

Outro gigante que surge nesse cenário competitivo é o TikTok, que já conta com mais de 800 milhões de usuários, presos a vídeos curtos que se modelam ao gosto da audiência.

Dificilmente há um celular que não conte com todas essas redes instaladas, uma verdadeira máquina de sugar tempo.

Para se ter uma ideia melhor, segundo pesquisa divulgada pela Agência Brasil no início de 2020, as pessoas passam, em média, 3h40min por dia acessando aplicativos ao redor do mundo.

No Brasil, a situação é ainda pior: 3h45min por dia, ocupando a 3ª posição global.

O que poderíamos conquistar dedicando 3 horas e 45 minutos do nosso dia, com foco pleno, aos nossos projetos? Dá para imaginar?

  • Streaming TV

Apesar de ter 32 anos de idade, ainda alcancei a época da locação de fitas VHS. A gente “alugava” a fita, levava ela para casa e, após inseri-la no videocassete, tínhamos uma bela “sessão de cinema” garantida.

Isso já era revolucionário, mas nada comparado às grandes plataformas de streaming tv: transmissão de vídeos por meio da internet.

Essa tecnologia engoliu as fitas VHS. Você já não precisa ir a uma locadora e alugar uma fita. Com o seu controle remoto, simplesmente você escolhe entre os milhares de filmes e séries disponíveis em grades que parecem não ter fim.

Você sabe do que estou falando, não sabe? Duvido que não.

Netflix, Amazon Prime, HBO, Uol Play, Disney Plus, Apple TV, Globo Play e diversas outras plataformas formam essa “locadora” gigante ao alcance de um clique.

Além de um catálogo gigante de filmes e séries, a inteligência artificial estuda os seus gostos e lhe oferece uma programação irresistível, que te faz maratonar por horas a fio.

A Netflix revelou que, em média, os seus usuários passam 2 horas por dia na plataforma.

Se somarmos esse tempo ao tempo usado nos aplicativos… meu Deus.


O cérebro, que prefere atividades que lhe causem prazer e comodidade, desvia a sua atenção máxima para o mundo das imagens e dos vídeos diversos, da rolagem infinita, que sempre lhe oferece algo a mais em seguida.

Nesse cenário de leilão de sua atenção, é preciso mais do que sonhar para poder realizar.

Para saber mais sobre isso, super recomendo ver o documentário “O Dilema das Redes Sociais”, disponível na Netflix. Não será perda de tempo, mas uma tomada de consciência de como as redes atuam em sua mente.

Corte as linhas que ligam você aos marionetistas

Como dito antes, não são apenas esses os devoradores de sonhos do nosso tempo, mas eles representam o que há de pior no momento.

Os algoritmos criados para aprender com os nossos hábitos virtuais produzem estímulos praticamente impossíveis de resistirmos.

Se deixamos, tornaremo-nos marionetes, puxadas por cordas invisíveis que amarram o nosso cérebro aos dedos de marionetistas digitais.

Tente observar as incontáveis propagandas que chegam à tela do seu celular diariamente; as super ofertas; as páginas criadas exclusivamente para você; os vídeos e as imagens personalizadas etc. Tudo é feito para amarrá-lo ao Scroll infinito.

Para amenizar os impactos dessas manipulações em suas realizações, corte as cordas que ligam você aos marionetistas.

Abaixo, dentre as várias metodologias que você pode adotar, seguem três dicas que, se implantadas, potencializarão suas chances de realizar projetos vitais.

  1. Conecte-se ao que você está fazendo

  2. Seja fiel aos seus propósitos. Não deixe que atividades insignificantes o coloquem para fora da rota.

  3. Mantenha o compromisso. Se é isso que agora tem que ser feito, FAÇA!

  4. No momento em que for desenvolver uma atividade importante, desligue-se do mundo externo e conecte-se apenas com ela.

  5. Esteja fora de área

  6. Desligue suas notificações, deixando apenas aquelas que realmente contribuem para a sua organização. As demais, acredite, são pescadoras de mentes, ladras treinadas que, sem dúvidas, roubarão a sua atenção e o levarão à protelação (deixar para depois).

  7. Se for possível, coloque o celular em modo offline ou o desligue durante a execução de suas tarefas.

  8. Se estiver trabalhando em um computador e os arquivos dos quais precisa são offline, desative a internet.

  9. Caso precise assistir a um vídeo, resista à tentação de assistir ao segundo, ao terceiro etc.

  10. Acorde com os seus familiares que você não deve ser interrompido durante a execução de suas tarefas, mas não se esqueça de reservar um tempo para eles.

  11. Não perca o seu sonho de vista

  12. Visualize o seu sonho sempre que a tentação de escapar do foco lhe parecer irresistível.

  13. Se preferir, faça um mural de visualização com imagens que representem esse futuro desejado. Para isso, você pode utilizar um quadro e colar imagens ou fazer o seu próprio mapa mental nele.

  14. Imagine a sua vida distante dessa realização. É para lá que você quer ir?

  15. Veja como a sua família seria beneficiada com a realização desse sonho. Imagine a felicidade deles e torne vivos na memória os seus propósitos.

Para fim de conversa

Foi muito bom o papo que batemos até aqui. O meu objetivo com este artigo não é garantir que o seu futuro seja exatamente aquele que você hoje sonha. Nenhum texto por si só é capaz disso. Isso é entre você, o mundo e ele (seu sonho).

Deve ter ficado claro que, com as dicas aqui vistas, você, pondo elas em prática, elevará e muito as suas chances de sucesso.

Para além disso, espero que a nossa conversa tenha causado algumas reflexões positivas em torno da compreensão de Projeto de Vida, sonhos e dos devoradores de sonhos que, frequentemente, nos tiram o chão.

Use as estratégias de combate que elencamos ao final. Crie novas estratégias. Corte as cordas que ligam você aos marionetistas.

Do fundo do coração, torço para que bons resultados venham e que você seja muito feliz.

Não deixe de voltar aqui e me contar como está sendo bom viver livre e realizando os seus sonhos mais queridos.

Um grande abraço.

Até mais ver.

Por Robison Sá


Que tal conhecer os passos que irão torná-lo um pouco melhor a cada dia? Clique na imagem abaixo e leia agora mesmo o meu livro "10 receitas para uma vida melhor".



87 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo